Todo líder tem dor

0
674

A dor psicológica muitas vezes é tão desagradável quanto a dor física, evitamos falar “dor” para o desconforto e inseguranças que sentimos, perante todas situações que vivenciamos em nossos dia a dia, o processo de coaching, é definido como uma forma de ajudar a tirar a dor das pessoas, pois seus reflexos podem nos deixar desmotivados sem querer agir.

Idenpendentes de sua hierarquia das organizações como um líder você já passou ou talvez passe por dores como: Não conseguir dar atenção para a sua fámilia, gerando um certo afastamento, a dor de não conseguir ter uma boa comunicação por não ter a habilidade se relacionar bem, a dor de ter que fazer uma crítica sem que isso desmotive a outra pessoa e diversas outras dores.

O líder entende que é necessário passar por estas dores e se dedicar sinceramente ao um processo de coaching, aprendendo práticas e técnicas que irão aliviar suas dores, esse investimento no inicio de uma carreira haverá menos sofrimento.

Como quer liderar se não consegue liderar a si mesmo? Qual a melhor forma de trabalhar essas dores, ao ponto de diminui-lás até que se tornem grandes aprendizados? O real papel do líder é influenciar as pessoas e fazer com que elas se desenvolvam que elas crescam. É preciso ter uma grande consciência do que é o papel de um líder ao se tornar um mentor de sua equipe, é necessário que a vontade de servir e ser útil sejam grandes.

Fonte: coaching.blog

Compartilhar
Artigo anteriorPare e pense
Próximo artigoTenha um foco
Adi Barbosa é Master Coaching de Negócios com dupla certificação e Professional Coach in Business and Human Resources pela EPC, Practitioner em Programação Neurolinguística – PNL, Analista Comportamental DISC pela Solides, idealizador do método IDEIA e da ferramenta PSC, vem auxiliando empreendedores e advogados obterem resultados pela internet.