Pare e pense

0
386

Somos muito rápido na hora de julgar alguém, pois nosso cérebro precisa saber se a pessoa é confiável ou não e é nesses momentos que tiramos conclusões que podem sim ser bem equivocadas, então acabamos criando rótulos sobre a pessoa, esses rótulos que definem como você vai se relacionar e sentir em relação a essa pessoa. O ruim mesmo é quando acontece dúvidas sobre a pessoa, e quando não temos a resposta, bom geralmente tomamos algumas conclusões precipitadas.

Nossa educação e cultura no estimula a estar sempre respondendo tudo “A Joana está com vestido preto porque está de luto”, quando na verdade deveríamos nos dedicar a nos questionar, e aprimorar nossa mente a criar perguntas, não simplesmente assumir que é essa a verdade e pronto acabou.

Perguntas são frutos de uma mente que se preocupa em entender as causas que geram uma situação, ou um determinado problema. No processo de coaching encontramos as técnicas apropriadas paar um questionamento produtivo e eficaz.

Para lidar melhor com tudo o que acontece ao seu redor, é simples.

Primeiramente tenha consciência do que está acontecendo, reflita sobre ao seu redor, depois se questione “Como devo reagir a isso”,”Por que eu penso assim de tal pessoa”, “O que tem nele(a) que eu não confio” “Por que isso aconteceu”, crie imagens de possíveis possibilidades se tomar determinadas ações, e por fim tome uma ação.

Trocar um julgamento por uma pergunta, mostra que você tem real interesse pela outra pessoa, parando e pensando profundamente no que deve e no que não deve ser feito é a melhor maneira de agir em relacionamentos cotidianos.

Se não soubermos lidar com nossas emoções e nossos rótulos, viveremos em uma caixinha sem jamais nos conhecer de verdade, equilibrar sua mente e suas emoções só te trará mais beneficio para uma vida mais plena e serene.